• representação de duas pessoas trabalhando em incubadoras de negócios de impacto
    Impacto

    O papel das incubadoras no apoio a negócios de impacto

    Incubadoras existem para apoiar negócios inovadores em seus estágios iniciais de maturidade. O nome vem da alusão às incubadoras neonatais, que proporcionam um ambiente seguro para recém-nascidos que necessitam de cuidados especiais. Na verdade, incubadora é um dispositivo que fornece condições ideais para o desenvolvimento de algo. No nosso caso, esse algo são negócios inovadores. Negócios inovadores vivem em ambientes com altos níveis de incerteza e, por isso, ter acesso a capacitações (gestão, vendas, marketing), acompanhamento técnico administrativo, infraestrutura, assessoria de imprensa, financiamentos, rede de relacionamento com empresas, acesso a laboratórios e o “selo” da incubadora, tudo isso a baixo custo, pode ser o apoio necessário para não falir ou…

  • Opinião

    Fundo Primatec: capital de risco para incubadas

    Em recente artigo nesse blog, A incubadora do futuro, falei sobre o papel que as incubadoras terão que desempenhar para continuarem existindo: oferecer serviços realmente relevantes aos seus clientes, os incubados. No final da semana passada, a FINEP divulgou uma ótima notícia: lançou uma nova iniciativa focada no desenvolvimento de negócios inovadores com alto potencial de crescimento, startups, o Fundo Primatec, prometido desde abril de 2015. Acesse aqui o site do fundo: Primatec. Semente NegóciosA Semente Negócios é uma empresa de educação empreendedora que tem como objetivo aumentar as competências de inovação em grandes organizações, contribuir para a evolução de ecossistemas de empreendedorismo e alavancar o empreendedorismo inovador como instrumento…

  • Opinião

    A incubadora do futuro

    É evidente a falta de produção de conteúdo nacional a respeito de incubadoras: são raras as fontes confiáveis que tratam do tema, existe pouca cobertura midiática e, principalmente, são escassos os estudos aprofundados. Com isso, existe um grande gap de conhecimento sobre incubadoras: não há clareza quanto ao conceito, muitas vezes confundidas com parques tecnológicos ou aceleradoras e a falta de dados atualizados (o último mapeamento do setor é de 2012) impede uma análise adequada deste mercado. Fica a pergunta: qual é a situação atual das incubadoras no país? Como serão as incubadoras em 5 ou 10 anos? E quais serão os próximos passos até lá? Semente NegóciosA Semente Negócios é uma empresa de educação…

);